Condomínio: O que é boleto registrado

Olá pessoal,

Hoje vou explicar para vocês, no âmbito condominial, o que é os boletos registrados, o que pode mudar para você síndico ou administradora de condomínios e quais as possíveis soluções.

Bom para começar, vamos explicar de forma direta e fácil o que é Boleto Registrado. Bom, há muito tempo foram criados os boletos bancários e realmente são extremamente úteis para prestadores de serviço requisitarem seus pagamentos. Foram criados, anteriormente, dois tipos de boletos: Os boletos registrados e os boletos sem registro. O registro, significa que o boleto passa para a atenção bancária, ou seja, o banco sabe todas as informações do boleto, vencimento, valor e qual a conta que o valor será repassado.

Boleto sem registro

Boleto sem registro era uma forma mais simples, rápida e mais barata para os prestadores de serviço solicitarem seus pagamentos. Com isso, o usuário que precisa dos boletos teria sua conta bancária em qualquer banco e solicitaria junto ao gerente que sua conta permitisse a emissão de boletos bancários sem registro. Com isso, o usuário ao entrar em seu internet banking teria a opção para criar seus boletos e enviá-los para seus destinatários. Contudo, nesta forma era pago somente uma taxa pelo boleto criado, geralmente em torno de R$ 2,00 a R$ 8,00 dependendo do banco.
Nesta forma, o banco não teria a informação do boleto criado pois não seria repassado essas informações para o banco, como data de vencimento, valor do boleto, data de crédito e etc. Isso deixava os boletos inseguros, para fraudadores.

Aumento de fraudes e boletos registrados

Com o vasto uso de boletos sem registro, foi aí que a FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos) percebeu o aumento significativo de fraudes pois existiam vírus que se instalavam no computador do usuário que emitia os boletos e quando ele emitia um novo boleto, o vírus mudava automaticamente o código de barras e o valor iria direto para a conta de um fraudador de boletos e não para a conta de quem emitiu.
Foi em 2016, que a Federação decidiu, por motivos de segurança, a abolição de cobranças sem registro, somente será permitido cobranças registradas junto ao banco para que tenha mais segurança e menos casos de fraudes.
Entretanto, a mudança não será brusca, será oportunamente. Como segue o cronograma a seguir:
  • Em junho de 2015 foi o fim da oferta da cobrança sem registro para novos clientes;
  • Em Agosto de 2015 foi o início da base centralizadora de benefícios;
  • Em dezembro de 2016 será o término da migração das carteiras de cobrança sem registro para a registrada (Mudança das cobranças);
  • Janeiro de 2017 é o início da base centralizadora de benefícios

Mudanças para adaptação ao boleto registrado

Com a mudança obrigatória para a modalidade de cobrança registrada, os boletos terão que constar nas informações para cobrança do nome completo do pagador e CPF para pessoas físicas e CNPJ para pessoas jurídicas, diferente dos boletos sem registro que poderiam ser emitido sem estas informações.
Para as administradoras de condomínio ou síndicos que emitem suas cobranças através de seus sistemas de gestão de condomínios devem atentar-se para a nova mudança. Para os que já utilizam o sistema de gestão de condomínios Condomínio Perfeito, não precisam realizar nenhum mudança, pois as cobranças já eram registradas.
Você está a procura de um sistema online que emita as cobranças para seus condôminos? Conheça o sistema Condomínio Perfeito. Entre em contato e solicite uma cotação, temos a melhor solução para você!
Até a próxima.
Condomínio: O que é boleto registrado
Vote nesta postagem!

Deixe uma resposta